top of page
Buscar
  • Foto do escritorEderson Guimarães

Energia Solar Reduz até 95% da Energia Elétrica? Saiba analisar...


Quando uma empresa diz que o cliente pode chegar com uma redução de até 95% de economia, entenda de fato como analisar esta projeção:


Na Tabela abaixo, podemos analisar:

Tabela 1 - Conta Energia Elétrica com Geração Fotovoltaica

- No Quadro 1, existe a Contribuição de Iluminação Pública (*CIP), neste caso, R$ 6,56. Neste estudo, a CIP diminuiu de R$ 8,45 para R$ 6,56. Além de redução do consumo real, a taxa de iluminação pública também reduz.


- No Quadro 2, apesar de ter reduzido a porcentagem do **ICMS (de 25% para 12%),

podemos analisar que existe um residual do ICMS, devido alguns estados não ter isenção do mesmo na sua totalidade (Convênio CONFAZ 16/2015).


Quando alguma empresa dizer que pagará somente taxa de disponibilidade, no caso, para sistemas trifásicos, bifásicos e monofásicos, sendo, 100 Kwh, 50 kwh, 30 kwh, respectivamente, observe que somente a CIP, pode representar, mais de 20% do valor da taxa de disponibilidade em questão, tornando uma economia real de no máximo 80%!

Portanto, o REAL retorno do investimento, pode ser estendido, devido falta de conhecimento da empresa que está vendendo este serviço para você, como cliente final.



*CIP é um tributo definido no art. 149-A da Constituição Federal de 1988 e a instituição da contribuição e seus respectivos valores são estabelecidos para cada localidade através de Leis e Decretos Municipais.


**ICMS: no estado de São Paulo, não há isenção de ICMS sobre a Distribuição de Energia.

- Consumo 0 até 90 kWh: isento;

- Consumo 91 à 200 kWh: 12%;

- Consumo maior que 201 kWh: 25%.



62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page